Saia na Noite

quarta-feira, outubro 10, 2007

A viagem dos 100 anos - parte 4

08/09/07 Palmeiras/Rio dos Cedros/Campeonato Catarinense de maratona/Timbò/Indaial /São Paulo (79 km)
Saímos de Palmeiras às 9 horas e seguimos viagem para RIO DOS CEDROS mais 27 km, nas descidas de serra com curvas bem acentuadas, e segura freio!!!!


Seguimos a estrada beirando o rio, vendo maravilhas em paisagens.


Olhamos para trás e vimos o morro que conseguimos subir, foi o começo de nossa despedida.
Chegamos por volta de ½ dia e a cidade estava alegre cheia de bandeirolas para a festa Trentina (TRENTO região norte da Itália)


Resolvemos ir até a festa comer comida típica, quando demos de cara com vários ciclistas se preparando para largar logo mais numa etapa do CAMPEONATO CATARINENSE DE MARATONA DE MTB. Paramos para conversar com Canjica da Bike Norte Joinville, ele disse: MENINAS, por que não correm? Olhamos-nos com um sorriso no rosto e: VAMOS LÁ!!!

Tiramos os alforges, fizemos inscrição, plaqueta na bike, número na camisa e esperar a largada que era ás 13h30min, com sol a mais de 35 graus. Foram 20 km de pauleira, mas valeu a recompensa, subimos no podium.

Terminando a premiação nos despedimos, colocamos os alforjes e bike na estrada mais 27km até Timbó.Após pedalar 3 km, a Mari se lembrou que havia esquecido o casaco de estimação no carro do Canjica, meia volta, pegamos o casaco e estrada


Chegamos em Timbó às 17 horas mortas de fome. Paramos para comer no Restaurante Thapioca onde pegamos o diploma do Circuito Vale Europeu

Vamos lá, mais 7km de estrada para INDAIAL para pegar o ônibus para SP.
Chegamos já escurecendo e precisávamos de um banho. Pedala pra cá e pra lá atrás de chuveiro, até que parou um carro com bikes em cima perguntando onde estávamos indo. Explicamos que precisávamos de um banho, pois estávamos embarcando para São Paulo. Mais uma vez a sorte, eram o Dézio e a esposa que muito gentis nos ofereceram a casa para tomarmos banho (êta chuveirinho gostoso) e moram 3 quadras da rodoviária, nosso tempo era curto, aceitamos de imediato e ainda descobrimos que ele organiza uns passeios pela região. Vamos voltar para experimentar.

Foram 200 km de estrada, nem um pneu furado, nem uma gota de chuva, nem um acidente sequer.
Um dos melhores pedais de nossas vidas, na aventura, superando limites e ainda voltando com uma medalha!
VALEU!!!!!
Agradecimentos:

Caloi (Bike da Teresa)
Mario, Pessoa e Abdalla (apoio motorizado)
Canjica Bike Norte Joinville (apoio na prova)
Dézio (banho sábado à noite)

fotolog.terra.com.br/tiodezio:137

E A TODO POVO CATARINENSE!!!

1 Comments:

Postar um comentário

<< Home